Um sorriso inesperado…

O céu azul, totalmente limpo, sem uma nuvem sequer, prometia mais um dia.Era muito cedo quando estava indo ao trabalho. No caminho, descontraidamente, percebi um mendigo do outro lado da rua, ao olhar na janela. Ele andava na rua puxando um carrinho daqueles que algumas pessoas usam para recolher objetos jogados no lixo. Ele era feito de madeira, apoiado sobre duas rodas de bicicleta.

Fiquei imaginando como aquelas rodas tão frágeis aguentavam tanto peso. Observei que havia nele uma quantidade imensa de tralhas que para pessoas comuns não valem absolutamente nada. Mas para aquele homem, elas deviam representar o seu ganha pão. As pessoas ao avistarem o pobre homem, cada um à sua maneira fez uma expressão de desgosto por sua aparência.

Sentia dentro de mim uma sensação estranha de desgosto por aquele ato…

O homem deveria ter uns sessenta anos, muito abaixo do peso, seus cabelos brancos, amarelados pelo tempo, estavam desalinhados e sujos…. A expressão que havia em seu rosto, puxando parecia ter raiva até mesmo do ar que respirava. Não pude tirar meus olhos daquele pobre homem. De alguma forma, a situação em que ele se encontrava na vida me incomodava demais.

Em seu rosto estava estampada uma dor muito profunda. Uma tristeza de tocar o coração. Ele não estava dirigindo seu olhar a nenhum ponto em específico. Era como se seus olhos estivessem vidrados. Como se ele não visse nada à sua frente.

O pobre homem havia tropeçado em alguma coisa, e as pessoas agiam como se ele não estivesse ali, passando por aqueles maus momentos. Ninguém. Absolutamente ninguém se propôs a ajudá-lo. Aquilo mexeu comigo. Eu nunca pensei que um dia eu sentiria algo parecido. Vendo aquela situação pela qual ele passava, relembrando aquele rosto sofrido e com aparência de odiar a própria vida, foi quando percebeu que estava observando-o, levantou a cabeça segurando dois objetos que tinha apanhado no chão.

Atônito, ele me olhou bem dentro dos olhos… e largou um Sorrisão… Surpresa por ver aquele gesto, eu simplesmente Sorri também…  

Sua face se iluminou com um sorriso lindo e meigo, que naquele momento pareceu ter literalmente lavado de seu rosto aquela expressão de dor, de tristeza e rancor até pelo ar que respirava. Sorrindo em olhando em meus olhos. Lágrimas rolaram naquele instante, dos olhos meus. Foi um momento emocionante que uniu dois seres humanos da maneira como deve ser…

Pelo amor. Pela solidariedade. Por uns poucos instantes, nosso mundo foi um só. Nossas metas eram as mesmas, e juntos, sem as barreiras do orgulho, do preconceito e da discriminação, nos unimos pela nossa essência humana. Aquela que nasce conosco quando aqui chegamos, mas é corrompida pela dita sociedade.

Ele se virou, caminhou até seu carrinho cheio de tralhas, e seguiu seu caminho.

Com o coração mais leve do que nunca em minha vida, sentindo uma paz que eu nunca senti, questão de minutos…eu me vi… Sorrindo…enquanto seguia para o meu trabalho.

Descobri que havia me transformado em um alguém muito melhor do que era há poucos minutos atrás.

A bondade existe no coração do ser humano por essência e ela nasce junto conosco quando chegamos a este plano astral. Contudo, desde pequenos, somos instruídos pelo sistema ditador da sociedade, que somos obrigados a aprender e seguir cegamente as regras e padrões existentes, apenas para sermos aceitos como pessoas normais.

Uma sociedade que em poucas palavras, cria as leis dos homens, mas não segue como deveria as verdadeiras e únicas Leis. As Leis de Deus. O nosso Eu interior é uma centelha divina. Carrega em si todo o poder do amor. Há dentro de cada um de nós um estranho, dando sinais o tempo todo de que esta lá.

De que precisa ser conhecido e libertado para poder se manifestar e agir em nome daquilo para o qual fomos criados.

Somos parte viva e pulsante do amor deixado neste mundo quando Deus nos criou.

Sejamos mais humildes com o próximo!

Beijos com carinho;

Milla Diaz.

2 comentários sobre “Um sorriso inesperado…

  1. Que lindo Mila, achei emocionante, vc tem um coracao lindo e uma desenvoltura com a escrita, vc escreve como se estivesse falando. E suas palavras foram lindas e verdadeiras, mosntra o quanto nossa sociedade precisa ser mais humana e tem falhado demais. Bjuu Cammy

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s