Olhando da janela…

“Impossível…uma palavra que se encontra no dicionário dos nescios”
O Poder…nasce do Querer!

Olhando da janela…
Lembrei do sentido que move a nossa Vida veementemente: Para mim, é o valor dado aos seres humanos que fazem parte de nossa história, infância ou adolescência.

Pessoas que cresceram juntas, dividiram coisas, trocaram confidências ou que aprenderam a lidar, mesmo com seus defeitos intrigantes e repudiáveis, mas que fazem parte do nosso Mundo de nossa Alma, como parte de Nós.

E mesmo distante, permanece a nossa afeição, cada um com seu jeito peculiar de viver e é por isso que é lembrado com ternura e sempre estarão em nossos corações. Por mais que seja resistente, existe alguém em sua vida, que nunca lhe será esquecido. Por que algo dessa pessoa marcou você, aliás algumas que passam por nós, tem algo a deixar de recordação em nossos pensamentos.

Eis a minha indagação…
Porque hesitamos em Procurar, Ligar ou enviar um simples Whats, em saber o que Faz, se Está Bem? Aqueles em que depositamos o mínimo de apreço em todo momento ou apenas um único, de nossa Vida.

Será tão complexo expressar nossos sentimentos?
Acho alguns dos seres humanos egoístas, orgulhosos, intimidados em dizer ao próximo, em expressar o que sentem e principalmente aos que lhe são afáveis, o quanto amam, sentem saudades, sejam eles Amigos, Colegas e Família.

Ultimamente percorro a minha caminhada refletindo sobre isso: Você só é lembrado quando querem Algo de ti, pela Conveniência ou em Busca de Interesses ?

Isso prevalece na Amizade ou simplesmente para Humanidade ?
Claro que não posso generalizar, mas garanto que ‘muitos’ agem assim e sequer computam o tamanho do tormento e infelicidade que proporcionam ao Próximo, tão somente por essas Atitudes.

Ao final da tarde, encontrei um recado no Whatsapp, de um amigo e que tenho imenso apreço :
” Para saber de vc… Não precisamos estar Perto… não preciso Gritar … eu sei o carinho que há entre nós, apesar de distantes. ”

Meu caro amigo, conversamos pouco, mas foi o suficiente para externarmos a saudade e o carinho, mútuos.
Muito obrigada.

Que sejamos felizes!