Pensamento particular

Vontade em expor o que sinto.
Me faltam as palavras… a interligação delas, para compor meu pensamento particular.
Não me refiro às composições, mas àquilo que de quando em vez, nos torna absortos na vida.

Inspiração?!
Passou longe a meu favor!
kkkk

Eis um texto que publiquei em 17 de abril de 2011, (até o Facebook colabora com nossos propósitos Kkkkk) e que de alguma forma, retrata o que quero dizer nesse momento:

“Tem coisas que as Palavras não dizem, somente o Olhar expressa e o carinho confirma.

Há momentos em que as Palavras não são necessárias…
E o Silêncio acolhe.

Conexões internas…

Esse é o absurdo Segredo da Escuta:
É preciso Não escutar o que se Diz para se poder Ouvir o que ficou Não-Dito; a Música.

É na Música…que mora a verdade daquele que Fala.”

Hoje, Dia do Compositor!

Foi com 14 anos que compus minha primeira música: “Bahia da Alegria”. Até então, achava que era uma simples poesia, mas o grande Maestro: Neguinho do Samba, fez os arranjos e me pediu para cantá-la! Fiquei emocionada e ele me disse:

“-Neguinha você só vai conseguir compor através de duas opções: Usando uma Caixinha de Fósforos ou a Própria Inspiração”

A verdade é que a grande maioria das minhas composições correspondem a 2ª opção! Sempre através de inspiração. Nunca forcei fazer música/canções…a música quando é pra ser minha…ela vem por si só em minha mente… Me é concedida por Deus!

Passado alguns anos… tive o privilégio em compor minha primeira música de verdade: “Brasileirinha”.
Compus por partes…durante 2 dias, mas considero o dia em que começei a escrevê-la: 26/11/2005.
Gravada em duas versões; original (Milla Diaz) e Banda Orpheu’s. Disponível para ouvir ou download no: palcomp3.com/milladiaz/

Logo, surgiram outras…Hoje tenho 63 canções.
A mais recente é a Anjo Meu, gravei somente a capela, mas pretendo gravar no estúdio…só Deus sabe quando! kkkk

Sempre que posso ou tenho inspiração, componho algo.

Parabenizo a todos que tem esse dom e que tenhamos sempre inspiração!

M.Diaz